CONFERENCISTAS NA SESSÃO DE HOMENAGEM A CASIMIRO DE BRITO

Catherine Dumas

"O Fulgor da Forma Breve na Obra de Casimiro de Brito"


Catherine Dumas é professora emérita de língua e literatura portuguesas na Universidade Sorbonne Nouvelle Paris 3. É autora da primeira tese de doutorado em França sobre a obra da romancista portuguesa Agustina Bessa-Luís e de um livro sobre a mesma autora, Estética e Personagens (Campo das Letras, 2001). Interessa-se particuliarmente pelo cruzamento das escritas do íntimo e do discurso poético, nas questões de género e no diálogo entre os textos literários e a filosofia no âmbito da literatura-mundo. Publicou numerosos artigos sobre a ficção contemporânea e a poesia portuguesas e brasileiras. Traduziu do português para o francês poesia, ficção, teatro e diários.


João Barrento

"Casimiro de Brito, A Nuvem do Não Saber"

Ensaísta e tradutor. Professor (aposentado) de Literatura Alemã e Comparada da Faculdade de Ciências
Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Publicou cerca de vinte livros de ensaio, crítica literária e crónica, e traduziu literatura de língua alemã
do século XVII à actualidade. Colaborador do jornal "Público" (1990-2006) e da maior parte das revistas
literárias portuguesas. Vice-presidente do PEN Clube Português (1990-2006). Actualmente é presidente
da Direcção do Espaço Llansol-Associação de Estudos Llansolianos, responsável pelo espólio da
escritora Maria Gabriela Llansol.
Recebeu os mais importantes prémios portugueses para ensaio, crónica e tradução, e ainda o Prémio D.
Dinis, a Cruz de Mérito Alemã (1991) e a Medalha Goethe (1998).

Maria João Cantinho

"Eros, Fragmento e Orientalismo na Obra de Casimiro de Brito"

Nasceu em 1963, em Lisboa e viveu a sua infância em Angola. Regressou em Fevereiro de 1975 e estudou na Universidade Nova de Lisboa, onde se licenciou em Filosofia, realizou dissertação de mestrado e se doutorou, em Filosofia Contemporânea. Actualmente é professora no Ensino Secundário e Professora Auxiliar no IADE (Creative University of Lisbon), membro integrado do Centro de Filosofia da Faculdade de Letras de Lisboa e Membro Associado do Collège d’Études Juives et de Philosophie Contemporaine,  Membro da Direcção do Pen Clube Português, da APE (Associação Portuguesa de Escritores) e da APCL (Associação Portuguesa de Críticos Literários). Publicou várias obras de Ficção, Poesia e Ensaio.
Colabora regularmente com a Revista Colóquio-Letras e com diversas publicações, em Antologias de Poesia. Participa regularmente em mesas-redondas e conferências. Tem várias obras publicadas nas áreas de poesia, romance e ensaio.

Maria João Reynaud

"Entre o Excesso e o Nada: Uma Leitura de Amar A Vida Inteira, de Casimiro de Brito"

Professora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (aposentada). Investigadora do CITCEM / FCT (Multiculturalidade e Diálogo Internacional). LIcenciada pela FLUL; Doutorada (1997) e Agregada (2004) pela FLUP em Literatura Portuguesa. Vice-présidente de l’AICL (Association Internationale de la Critique Littéraire); Membro fundador do Teatro Pé de Vento e dramaturgista da companhia. Membro do Conselho Editorial da Revista Colóquio-Letras / Fundação Calouste Gulbenkian. Ensaísta, crítica, escritora e poeta.

LIVROS EDITADOS

ENSAIO:
Metamorfoses da EscritaHúmus de Raul Brandão, Porto, Campo das Letras, 2000 (Prémio de Ensaio do PEN CLUB/2000); Enigma e Transparência, Porto, Edições Caixotim, 2001. Sentido Literal – Ensaios de Literatura Portuguesa, Porto, Campo das Letras, 2004. Matéria Poética – Ensaios de Literatura Portuguesa, Porto, Campo das Letras, 2008.       
EDIÇÃO CRÍTICA:
Raul Brandão, Húmus, Edição Crítica de Maria João Reynaud, 3 volumes, Obras Clássicas da Literatura Portuguesa, Porto, Campo das Letras, 2000. IPLB/MC
Raul Brandão, História dum Palhaço (A Vida e o Diário de K. Maurício) / A morte do Palhaço e o Mistério da Árvore, Obras Completas, Vol. III, Edição de Maria João Reynaud, Obras Clássicas da Literatura Portuguesa, Lisboa, Relógio d’Água Editores, 2005. IPLB/MC.
Raul Brandão, Húmus, Edição de Maria João Reynaud, Obras Completas, Vol. X. Edição de Maria João Reynaud, Obras Clássicas da Literatura Portuguesa, Lisboa, Relógio d’Água Editores, 2015. IPLB/MC.
POESIA:
Luz de Intimidade, Porto, Edições Afrontamento, 2004.
Lumière d’Intimité, choix de poèmes et traduction par Michel Host, La Barbacane – Îles, masques et miroirs, Nºs 87 / 90, Dir : Max Pons, 2006 (pp. 71-85).

 

Literatura para a Infância
Ana e o Arco-Íris, Porto, Edições Afrontamento, 1985. Nova edição: ilustrações de Luiz Darocha, Porto, Edições Afrontamento, 2003.
Tem vasta colaboração dispersa por revistas literárias e publicações científicas, no País e no estrangeiro: Línguas e Literaturas (FLUP); Colóquio-Letras, Intercâmbio; L’Atelier du Roman (Paris); Les Eaux vives (Bulletin de l’AICL), Martin Meindenbauer (München), Peter Lang, etc.).

Mateja Rozman

Na Via do Mestre - Na Mojstrovi Poti"


Mateja Rozman é mestre na área da linguística comparada de aspectos da língua eslovena, portuguesa e castelhana. Elabora o doutoramento na mesma área. Traduziu poemas de setenta e seis poetas portugueses e eslovenos e coordenou em colaboração com Casimiro de Brito uma antologia intitulada Poetas Eslovenos e Portugueses do Século XX que é a continuação de duas antologias anteriores: Treze Poetas Eslovenos e Trinajst portugalskih glasov (Treze Vozes Portuguesas). Desde 2005, é docente de Língua e Cultura Eslovenas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

 

Zlatka Timenova

"Casimiro de Brito: O Silêncio Entre As Pequenas Coisas"



Formação académica
Doutora em Letras, na área de Línguas e Literaturas Modernas, especialidade de Literatura Francesa, aprovada com Distinção e Louvor e por Unanimidade, pela Universidade de Coimbra.
Grau de Docteur es-sciences philologiques pela Universidade de Sofia, Bulgária. Menção Muito Honrosa.
Atividades profissionais
Leitora de Língua e Cultura Búlgara na FLUL, Universidade de Lisboa
Filiação em organismos profissionais
Membro do ICLA (International Comparative Literature Association).
Membro-fundador do CompaRes (Iberian-Slavonic association of comparative studies).
Membro investigador do CLEPUL, Universidade de Lisboa.
Membro da WHA-Tokyo (World Haiku Association)
Publicações
Artigos e capitulos de livros na área da critica literária, analise do texto, teoria da literatura e teoria da tradução.
Traduções de textos literários, poesia e romances. Traduções na área das ciencias sociais e humanas.
Poesia:
Zlatka Timenova (2013), Chama, a palavra, edição bilíngue francês/português. Lisboa, Edlp, ISBN 978-989-95872-6-7.
Zlatka Timenova (2013), Comme un oiseau contre le vent. Ed. Encres Vives, Collection Encres Blanches, nº 559. ISBN 2-8550.
Zlatka Timenova (2013), Kato zvezden prah. Sofia, Izd. Plamyk. ISBN 978-954-2924-12-8.
Zlatka Timenova (2014), Haiku. In: Sonos e Sonhos, Chiado edit.
Zlatka Timenova (2015), Haiku. In: DiVersos-poesia e tradução , nº 23, pp.145-150.
Zlatka Timenova (2016), Haiku. In: Living Haiku Anthology.